segunda-feira, junho 7

Lombada

O Sol comeu a cor desta lombada. Estou em crer que a escolheu com um propósito. O Sol pintou com um amarelo diferente da capa a estreita lombada que oculta um Cícero discorrendo em «Da Velhice»(Cotovia): «Não estou arrependido de ter vivido já que vivi de modo a não ter nascido em vão.» Gostava de poder dizê-lo em voz alta, antes que o Sol me coma.

1 comentário:

ana c disse...

já o podes dizer e em voz alta